Atualizações

Diretorias e
Administração

Artigos
Reflexões

Fale
conosco

Fotos
Vídeos

Notícias
Eventos

Quem
Somos

Agenda Renovada

Mais
 links

 
 
 

A diretoria do Presbitério do Mato Grosso do Sul (PREMASUL), que tem como presidente o Pr. Lucivaldo da Silva Lima, celebrou com gratidão e louvores a Deus as Bodas de Pérola deste Órgão Administrativo e Deliberativo, fundado em 1987, que compõe os 54 Presbitérios da IPRB.

Nessa oportunidade, foi celebrado, também, o 29º aniversário da 2ª IPR de Campo Grande, onde as festividades foram realizadas. Está à frente dessa Igreja, o Pr. Roberto Gonçalves de Aguiar. O evento foi realizado no dia 29 de setembro, com a presença dos membros diretoria do PREMASUL.

Estiveram presentes diversos pastores e pastores auxiliares, autoridades políticas e eclesiásticas, lideranças e membros das igrejas da cidade. Foi uma noite memorável em que o presidente da IPRB, Pr. Advanir Alves Ferreira, juntamente com a sua esposa, Jucieni Aguiar de Souza Ferreira, se fizeram presentes.

 

O presidente da Igreja falou da importância deste Presbitério nessa região, que muito tem contribuído para o crescimento e expansão da denominação. Agradeceu todas as lideranças que administraram este Órgão durante todos esses anos. Depois, abençoou os presentes com uma edificante reflexão bíblica.

Por esta ocasião, a Câmara Municipal de Campo Grande, MS, homenageou o presidente da IPRB, como Visitante Ilustre dessa cidade, conforme Decreto Legislativo, nº 2.198, de 31 de agosto deste ano. A homenagem foi de autoria do Vereador Papy, que fez a entrega de uma Placa ao homenageado.

Houve, também, a entrega do Diploma de Visitante Ilustre, concedido pela Assembleia Legislativa do Mato Grosso do Sul, como indicação do Deputado Herculano Borges, instituído pela Resolução 18/08. Diante de tudo isto, o presidente agradece as homenagens recebidas e a calorosa recepção desse Presbitério e igreja, desejando que Deus continue abençoado a sua obra nessa região.  

Secretaria Central da IPRB

DATA COMEMORATIVA


É sabido que a Reforma Protestante foi um movimento reformista cristão ocorrido
no início do século XVI, cujo marco inaugural
se deu por meio da publicação das 95 teses
de Martinho Lutero, em 31 de outubro de 1517, afixadas à porta da Igreja do Castelo de Wittenberg, protestando contra diversos pontos doutrinários da Igreja Católica Romana.

Os números são sempre significativos. Por vezes, falam de datas e marcas, de fatos e recordações, de pactos e compromissos, do passado e do presente, do ontem e do hoje, assim como de momentos de reflexão e desafios para novos objetivos. 500 é um número alto, difícil de ser alcançado e de ser comemorado. Não é qualquer segmento religioso que atinge essa marca. A Reforma Protestante fala, antes de qualquer coisa, de liberdade eclesiástico-cristã.

Sim, liberdade e rompimento com a idolatria, com a liturgia engessada e contaminada pelas heresias, com a devocional acasulada, com o sacerdócio pagão e místico e com o estado de vida cristã fria, monótona e acorrentada pelos dogmas do catolicismo romano. Em suma, a Reforma Protestante fala da liberdade cristã para cultuar e adorar ao Deus eterno, afirmando que Jesus, seu Filho, é o “único” mediador entre Deus e os homens (1Tm 2:5).

Em 31 de outubro de 2017, completam-se 500 anos dessa façanha cristã. O momento é oportuno para refletirmos sobre a coragem de Martinho Lutero, ao protestar e romper com os religiosos romanos, a fim de que a Igreja alcançasse a liberdade a missão divina de ser sal da terra e luz do mundo.

 

(Mt 5:16,17). Por isso, vamos celebrar com gratidão e louvores a Deus esse marco histórico, que nos deixa lições práticas e relevantes para a vida cristã.

Reforma x Bíblia

A Reforma Protestante não é apenas um movimento reformista, em protesto aos dogmas de uma instituição religiosa. Se assim fosse, não seria tão duradoura. Um marco desse porte prova a razão de sua existência e finalidade. Seu fundamento não está na pessoa de Martinho Lutero ou de outro reformador, mas na veracidade e infalibilidade da Palavra de Deus, capaz de penetrar e dividir alma e espírito, juntas e medulas, sensível para perceber os pensamentos e intenções do coração (Hb 4:12).

Reforma sem Bíblia não seria reforma, não teria valor, não teria credibilidade. As contestações de Lutero a respeito da venda de indulgência e da salvação pelas obras estavam alicerçadas nas Sagradas Letras. A Bíblia foi o retrovisor, para que Lutero enxergasse o que estava por detrás das doutrinas católicas, que cegava e condenava as pessoas. Nenhuma doutrina deve ter outro fundamento além da Palavra de Deus.     

                    
 Prosseguir a leitura

 

           Orientações      Planilha 2017

 
        Ler a convocação
 

DATA COMEMORATIVA

 

A influência da Reforma
Protestante na obra missionária

Pr. Florêncio Ataídes

A Reforma Protestante
do Século XVI

Pr. Florêncio Ataídes

Pilares da Reforma Protestante
Pr. Flávio Cosme dos Santos
 

Reformados, sempre reformando
Pr. Gédison Cardoso da Silva
 

Retorno aos caminhos do Senhor
Pr. Genilto Santos Amaral
 

A Secretaria de Estatística informa os pastores e presidentes de Presbitério sobre o prazo para inserção de seus dados Estatísticos
referentes a 2017

O período de inserção das estatísticas referentes a 2017, no site www.agendarenovada.com.br, vai até o mês de MARÇO/2018.

A Secretaria de Estatística solicita insistentemente que todo pastor providencie esse lançamento das informações de sua igreja no site, o mais cedo possível.

Somos conscientes da importância de termos informações precisas e completas das estatísticas da denominação. Portanto, a SE conta com a colaboração do irmão neste sentido.

Em caso de dúvidas, entrar em contato com a Secretaria de Estatística da IPRB com urgência.

        Fones: 44-3262 8332 ou 44-3262 9438

        E-mail: agendarenovada@iprb.org.br

Pr. Estêfani Silva Honorato
Secretaria de Estatísticas da IPRB


Para saber mais sobre a IPRB:   "Quem somos"   ou  "História da IPRB"